Projeto Capacita Trans é contemplado com patrocínio do Programa Melhor Jovem

O projeto Capacita Trans, surgiu da ideia de patrocínio do empreendedorismo e empoderamento jovem voltado para capacitação de pessoas transexuais e travestis com objetivo de desenvolver ações que proporcionem o protagonismo jovem.

Para participar do projeto o limite de idade é de 15 a 29 anos. Inicialmente o projeto foi tocado por duas moradoras da Casa Nem: Evelyn Gutierrez e Ludymilla Ferraz. Elas fizeram os primeiros contatos junto a comunidade do Cantagalo, local onde obrigatoriamente terá que ser executado projeto.

Moradoras da Casa Nerm criam projeto de capacitação para transexuais
Ludymilla Ferraz (a esquerda) e Evelym Gutierrez (a direita) , ambas moradoras da Casa Nem

Tinha-se aproximadamente 30 dias para preparar tudo, projeto, metodologia, orçamentos e para que tudo ficasse pronto foi criada uma força tarefa envolvendo Evelyn Gutierrez, Ivone Correia e Maria Eduarda.

Foram algumas reuniões para que fosse colocado o projeto no papel, uma vez que o projeto consiste em oficinas capacitadoras para confecção de bolsas ecológicas e artesanais.

Como o projeto exigia 3 tipos de orçamentos, o caminho foi as ruas do Saara e de Madureira em busca de melhores preços e materiais, conseguindo concluir com muito sacrifício e com uma certa dose de falta de cortesia de alguns vendedores.

Por fim, o projeto fora entregue dentro do prazo e para alegria das meninas da Casa Nem o projeto foi aprovado na primeira fase, sendo designado um dia para defesa oral do projeto e convencimento dos patrocinadores.

A defesa oral do projeto foi no prédio do Liceu Artes e Oficios, localizado no centro do Rio de Janeiro.

Na chegada ao Liceu houve uma cena de transfobia por parte de um grupo que também esperava para apresentar seu projeto, fato que causou revolta dos demais participantes que estavam no local.

Infelizmente, nossa sociedade ainda não aprendeu a lidar com as diferenças e é por isso que o projeto foi e é de fundamental importância.

Aguardavam ansiosas o momento onde seriam premiados os vencedores e escolhidos pelo projeto caminho melhor jovem, e no dia 01 de outubro de 2016 foi realizado o evento de premiação que ocorreu no Palácio Getúlio Vargas.

Meninas moradoras da Casa Nem
Meninas moradoras da Casa Nem

Na tarde de premiação o projeto Capacita Trans foi contemplado com o patrocínio de oficinas e todo material necessário para aprendizado de confecção de bolsas a ser produzido pelas alunas, a criação de uma marca e uma cooperativa de trabalho.

Todas as meninas estavam muito felizes e emocionadas por essa conquista que irá dar auto sustentabilidade  e proporcionar que no futuro possam se gerir e atingir a tão sonhada independência financeira.

1 Comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*