Identidade de Gênero ou Ideologia de Gênero?

É crescente a confusão gerada por esses dois termos identidade de gênero e ideologia de gênero, mais qual o termo correto? qual eu devo usar?

Pois bem inicialmente o termo identidade se refere a forma como você se vê e se expressa na sociedade, então o que seria identidade de gênero?

Identidade de Gênero

Identidade de gênero é a maneira como alguém se sente e se apresenta para si e para as demais pessoas como masculino ou feminino, ou ainda pode ser uma mescla, uma mistura de ambos, independentemente do sexo biológico (fêmea ou macho) ou da orientação sexual (orientação do desejo: homossexual, heterossexual ou bissexual). É a forma como nos reconhecemos a nós mesmo e desejamos que os outros nos reconheçam. Isso incluí a maneira como agimos (jeito de ser), a maneira como nos vestimos, andamos, falamos (o linguajar que utilizamos) e também, nos vestimos (fonte: www.adolescencia.org.br)

 

download

há uma grande confusão por parte da sociedade devido a falta de preparo e conhecimento no debate sobre o assunto “identidade de gênero”. Constantemente, essas pessoas não sabiam diferenciar suas referências à identidade sexual, orientação sexual e gênero.

Pensadoras como Simone de Beauvoir e Luce Irigaray teorizaram o papel e a figura da mulher na sociedade. Com isso, abriram portas para novas discussões sobre gênero – discussões essas que continuam exaltadas, dando um caráter indefinido para o conceito de gênero.

Podemos ainda afimar que é o sentimento de ser do género feminino (mulher) ou do género masculino (homem) independentemente da anatomia. Uma pessoa transgénero é alguém que não corresponde às convenções sociais e categorias tradicionais de género associadas ao seu sexo biológico. Uma pessoa transexual é alguém que sente que a sua identidade de género é diferente do seu sexo biológico. Algumas pessoas transexuais desejam mudar o seu corpo através de tratamentos e/ou cirurgias, mas nem todas.

A identidade de gênero portanto tem suas bases em estudos cientificos e academicos traçados durante anos de pesquisa com objetivo de estudar e entender o comportamento trangenero já existente, ou seja, o conceito de identidade de gênero não inventou nada, apenas explicou um fenomeno já existente e através da base cientifica e da pesquisa deu legitimidade ao comportamento social divergente.

Ideologia de Gênero

Já a ideologia de gênero é um conceito religioso-conservador propagado por setores ultraconservadores religiosos da sociedade brasileira, dá a ideia de que está sendo incutido na mente das pessoas que podemos ser o que quisermos homem ou mulher.

Veja o que o papa Bento XVI fala sobre o assunto:

De acordo com esta filosofia, o sexo já não é considerado um elemento dado pela Natureza e que o ser humano deve aceitar e estabelecer um sentido pessoal para a sua vida. Em vez disso, o sexo é considerado pela Ideologia de Género como um papel social escolhido pelo indivíduo, enquanto que no passado, o sexo era escolhido para nós pela sociedade. A profunda falsidade desta teoria e a tentativa de uma revolução antropológica que ela contém, são óbvias.

As pessoas [que promovem a Ideologia de Género] colocam em causa a ideia segundo a qual têm uma natureza que lhes é dada pela identidade corporal que serve como um elemento definidor do ser humano. Elas negam a sua natureza e decidem que não é algo que lhes foi previamente dado, mas antes que é algo que elas próprias podem construir.

De acordo a ideia bíblica da criação, a essência da criatura humana é a de ter sido criada homem e mulher. Esta dualidade é um aspecto essencial do que é o ser humano, como definido por Deus. Esta dualidade, entendida como algo previamente dado, é o que está a ser agora colocado em causa.

(…)

Quando a liberdade para sermos criativos se transforma em uma liberdade para nos criarmos a nós próprios, então é o próprio Criador que é necessariamente negado e, em última análise, o ser humano é despojado da sua dignidade enquanto criatura de Deus que tem a Sua imagem no âmago do seu ser.
(…)

A Ideologia de Género é uma moda muito negativa para a Humanidade, embora se disfarce com bons sentimentos e em nome de um alegado progresso, alegados direitos, ou em um alegado humanismo. Por isso, a Igreja Católica reafirma o seu assentimento em relação à dignidade e à beleza do casamento como uma expressão da aliança fiel e generosa entre uma mulher e um homem, e recusa e refuta as filosofias de género, porque a reciprocidade entre o homem e a mulher é a expressão da beleza da Natureza pretendida pelo Criador.”

Então o termo ideologia , que é é um conjunto de ideias ou pensamentos de uma pessoa ou de um grupo de indivíduos, foi maldosamente implantado para dar sentido de que estaria se plantando na sociedade uma ideia de uma terceira identidade, sendo, que os críticos dessa “ideologia” fundamentam suas insatisfações na bíblia ou na biologia, ambos conceitos já totalmente ultrapassados pelo mundo atual em que vivemos.

Não é cabível mais, em pleno seculo XXI, que nossa sociedade se baseie em um livro de autoria e fontes altamente questionáveis de uma época totalmente arcaica, onde sequer existiam direitos a mulher, quiça a pessoas transexuais, portanto naquela época a dominação era masculina, sendo certo que o livro bíblico reflete a dominação existente da época.

E vale fazer cartilhas sem o menor fundamento com objetivo de confundir as pessoas do que realmente é o foco da questão de gênero em uma falsa pretensão de defesa de uma família que deve ser defendida a custa de vidas de outros seres humanos divergentes desse modelo judaico-cristão.

Resultado de imagem para ideologia de genero

Ressalto, uma parte do livro de salomão, o sábio, intitulado provérbios:

porquanto os lábios da mulher imoral são sedutores e destilam mel; sua voz é mais suave que o azeite, contudo, no final é amarga como fel, afiada como uma espada de dois gumes. Seus pés correm para a morte; seus passos conduzem-na diretamente ao inferno. Ela não reflete sobre o perigo de andar por trilhas tortuosas, e não consegue enxergar o caminho da vida.
Agora, portanto, meu filho, dá-me ouvidos e não te desvies das palavras da minha boca. Afasta o teu caminho da mulher adúltera, e não te aproximes da porta da sua casa; para que não entregues aos outros a tua honra, tampouco, tua própria vida a algum homem cruel e violento; para que dos teus bens não se fartem os estranhos, e outros se enriqueçam à custa do teu trabalho; e venhas a te queixar e gemer no final da vida, quando teu corpo perder o esplendor”

Percebe-se pelo teor do livro do principal profeta do antigo testamento o lugar de menosprezo que ele coloca a mulher como causa de desvio do homem, puro e santo.

Dessa forma, percebe-se a má fé dos setores religiosos ao combaterem a dita ideologia de gênero uma vez que a identidade de gênero não irá eliminar o conceito de homem e mulher, apenas atribuir que as pessoas cujo gênero diverge do sexo designado ao nascer possam ter suas identidade reconhecidas.

E essa guerra entre ativistas de direitos humanos/feministas contra conservadores evangélicos tem gerado um contra ataque pesado por parte de um grupo fascista através de vários projetos ultra conservadores, tais como: ESCOLA SEM PARTIDO, ESTATUTO DA FAMÍLIA E PROIBIÇÃO DE DISCUSSÃO DE GÊNERO NAS ESCOLAS.

Portanto, atentemos para que o uso correto é identidade de gênero pois não estar-se implantando ideologia qualquer, visa-se somente proteger e reconhecer a identidade social do individuo e dar cidadania a todos e todas, que é o objetivo da Republica Federativa do Brasil

 

Fontes:

apulica.org

http://sofos.wikidot.com

http://www.gazetadopovo.com.br

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*