Dicas para realizar o processo de lubrificação industrial na sua empresa

Lubrificação industrial precisa ser levada a sério. É importante avaliar esse item  como um componente da máquina durante as análises e os diagnósticos.  Gestores e os demais profissionais que atuam no setor devem seguir um roteiro preventivo, contínuo e permanente,

Estar atento a esses quesitos garante maior tempo de funcionamento de componentes e equipamentos. Especialistas também mostram que entre as vantagens está  a redução de custos, aumento da segurança pessoal e menos danos ao meio ambiente.

Os principais problemas de lubrificação nem sempre são percebidos ou recebem a devida atenção. Um dos motivos é o fato de as falhas na lubrificação, na maioria das vezes, provocarem desgastes a médio e longo prazo.

Contudo, quando os prejuízos chegam, causam impactos financeiros consideráveis. Máquinas que poderiam funcionar por 50 anos se degradam em 20. Mancais previsto para durar 2 anos são trocados em 1 ano. Dentes de um redutor projetado para a vida toda da máquina, terão que ser substituído antecipadamente.

Pontos centrais da lubrificação 

Vinícius Pizzani,  diretor Técnico da da Pizzani Lubrificantes, ressalta que uma lubrificação só poderá ser considerada correta se um ponto de lubrificação recebe o lubrificante certo, no volume adequado e no momento exato.

De forma mais elaborada, o diretor explica que, antes de considerar um lubrificante como certo, é preciso ter a certeza de que a especificação de origem (fabricante) está correta, a qualidade é controlada e que o produto em uso é o adequado.

O sistema de manuseio, armazenagem e estocagem não devem ser ignorados, pelo contrário, este item precisa ser rigorosamente seguidos. O próximo passo é realizar uma aplicação sem erros.

Quando se fala em volume adequado, torna-se necessário avaliar se o lubrificador está habilitado e realmente capacitado, assim como os sistemas centralizados, que devem estar corretamente projetados, mantidos e regulados.

Os procedimentos de execução, após elaborados, devem ser cuidadosamente implantados e obedecidos. Inspeções regulares e permanente nos reservatórios são fundamentais para garantir sempre a manutenção dos volumes adequados.

Já o momento exato se refere ao planejamento que inclui um programa para execução dos serviços, dentro dos períodos corretos e de acordo com as recomendações do fabricantes. É importante reforçar que os sistemas centralizados também devem estar corretamente regulados.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*